InícioArtigos PopularesComo Aliviar a Enxaqueca? Sintomas, Remédios e Tratamentos Caseiros

Como Aliviar a Enxaqueca? Sintomas, Remédios e Tratamentos Caseiros

As dores de cabeça estão na lista das dores mais frequentes e recorrentes.

Existe um tipo de dor de cabeça, especificamente, que é um que mais incomoda as pessoas. 

Estamos falando da temida enxaqueca que é, inclusive, a doença neurológica mais frequente em países desenvolvidos.

No mundo estima-se que cerca de 15% da população sofra com a doença.  

Se você faz parte dessa estatística, provavelmente, procurou este artigo porque não aguenta mais sofrer com as dores, e quer saber como combater a enxaqueca de uma vez por todas.

Você chegou no lugar certo, pois o artigo de hoje vai esclarecer alguns pontos sobre essa terrível dor, os sintomas da enxaqueca, tratamentos e, claro, dicas de como aliviar a enxaqueca.  

No final deste texto você vai ter acesso ao método que a ciência, hoje, considera mais eficaz para eliminar a enxaqueca.

senhora-com-as-mãos-na-cabeça-sentindo-dor

O Que é a Enxaqueca?

A enxaqueca é uma doença neurológica bem comum, e é caracterizada por fortes, intensas, duradouras e recorrentes dores na cabeça. 

Além dessa dor característica, há outros sintomas da enxaqueca que são bastante comuns e serão abordados daqui a pouco.

Se trata de uma doença crônica e que, portanto, não tem data para ir embora.

Claro que há uma série de tratamentos para enxaqueca que podem diminuir, e acabar com essa dor incômoda. 

Qual a Diferença Entre Dor de Cabeça e Enxaqueca?

Para sabermos como aliviar a enxaqueca precisamos deixar claro o que diferencia a enxaqueca das dores de cabeça comuns. 

A diferença está, basicamente, na duração e na intensidade. A dor de cabeça aparece uma vez ou outra, naquele dia mais estressante que a maioria das pessoas passa. Dentro de pouco tempo essa dor desaparece, normalmente.

Já o caso de quem sofre com enxaqueca é bem diferente.  O incômodo na cabeça tende a se manter por muito mais tempo e, além disso, é muito mais intenso.

Como diagnosticar a Enxaqueca?

É indicado, para boa parte dos casos, que se consulte um médico caso haja suspeita de enxaqueca. Claro que você pode, mesmo sem ser médico, fazer alguns testes para verificar qual é seu caso.

Um teste interessante é marcar, anotar mesmo, alguns dados sobre o seu problema.

Marque de 1 a 10 a intensidade da dor que você sente. Também faça a marcação de quantas horas a dor permaneceu, quantos dias da semana e etc.

Tente prestar atenção também se é em algum período, ou algum dia especifico da semana, e até mesmo anote o que comeu no dia das dores. 

Essa avaliação será importante para que você consiga ter a definição correta a respeito do seu problema. Além disso, esse “diário” com certeza vai ajudar o médico a fazer o diagnóstico correto.

Quais os Sintomas da Enxaqueca?

Engana-se quem acha que as enxaquecas são marcadas somente pela forte dor de cabeça.  Justamente por existir muitos sintomas nem sempre é fácil saber como curar a enxaqueca.

Esses sintomas podem aparecer antes da crise, durante e até mesmo depois. 

Exemplos de sintomas da enxaqueca são: 

• Dor de cabeça pulsátil, em um lado da cabeça, podendo mudar de lado;

• Náuseas;

• Vômito;

•Intolerância a ruídos, luzes e movimentos;

•Alterações da visão;

•Tonturas;

• Perda do equilíbrio;

• Ruído nos ouvidos;

• Formigamento em partes do corpo.

* Lembrando que não é obrigatório que todos os sintomas estejam presentes para que você tenha o diagnóstico confirmado. 

Quais São as Causas da Enxaqueca?

Para sabermos como aliviar a enxaqueca temos que entender um pouco a raiz do problema, ou seja, qual é o agente causador dessa dor de cabeça.

Especialistas divergem sobre o motivo exato do surgimento dessa doença, mas há uma série de hipóteses a respeito das causas da enxaqueca.

O que pode desencadear esse processo são alguns fatores, como:

• Fator genético (em alguns casos, nem sempre é hereditário e você pode ser o primeiro da família a desenvolver);

• Primeira menstruação;

• Pílula anticoncepcional;

• Terapia hormonal;

• Gravidez;

• Menopausa;

• Alguns alimentos (exemplos dos mais comuns: chocolate, queijo, vinho, frutos do mar);

• Episódios de stress;

• Privação de sono;

• Abuso de bebidas alcoólicas;

• Abuso de medicamentos analgésicos.

De acordo com um dos maiores especialistas no assunto, e também vários estudos, problemas na saúde dentária podem interferir diretamente no surgimento da enxaqueca. 

Continue acompanhando para saber mais sobre esse conhecimento que pode ajudar você a se livrar dessa dor.

A Enxaqueca Ocorre Todos os Dias?

Ter essa doença não significa que você vai sofrer com os sintomas da enxaqueca todos os dias. Na verdade, já há muitos casos de pacientes que passam anos sem sentir dores de cabeça.

A grande maioria das pessoas, no entanto, sofre recorrentemente com a doença que pode durar algumas horas ou até três dias.

A frequência do surgimento dos sintomas depende de cada indivíduo e também dos fatores que causam a enxaqueca. (reveja a lista acima caso tenha dúvidas)

Pessoas de que Idade Tem Mais Probabilidade de Ter Enxaqueca?

Não há uma regra, mas é mais comum que os sintomas se iniciam entre os 15 até os 40 anos. 

Há casos, no entanto, de surgimento de enxaqueca na infância.

É importante que os pais fiquem de olho nos sintomas dos filhos, e em como aliviar as enxaquecas nas crianças. Alguns sintomas são diferentes dos adultos, as crises geralmente são mais curtas, e menos dolorosas. 

Um episódio na infância indica que a criança pode ter que lidar com a doença por toda vida. Por isso, os tratamentos de como aliviar a enxaqueca devem ser incorporados à rotina o mais rápido possível.

Só Ocorre Entre Mulheres?

Algumas pessoas acreditam que a enxaqueca só ataca mulheres, o que é um mito. 

A verdade é que sintomas menstruais, hormonais, e de gravidez, desencadeiam a enxaqueca, o que torna a mulher mais suscetível a desenvolver a doença. 

Mesmo em menor probabilidade, comparado às mulheres, os homens podem sofrer de enxaquecas, sim.

É Uma Doença Grave?

A enxaqueca raramente gera complicações muito sérias, mas pode acontecer. Ela atrapalha muito, entretanto, a qualidade de vida dos pacientes.

O impacto que a enxaqueca pode trazer no cotidiano pode ser bem sério, isso porque a intensidade da dor, e os outros sintomas associados, podem atrapalhar o indivíduo nas suas atividades diárias. 

Dificuldades para trabalhar, estudar e até desfrutar de seus momentos de lazer são algumas das situações comuns.

Quem sofre do problema sabe o quanto é ruim não conseguir se livrar dessas dores que, muitas vezes, se tornam insuportáveis.

É importante desmistificar o que muitos dizem sobre a enxaqueca. Se trata de um problema de saúde sério, e que precisa de tratamento adequado. Está muito longe de ser apenas “frescura”.

Agora que alguns pontos foram esclarecidos, vamos finalmente focar em formas de como aliviar a enxaqueca.

pessoa-com-dor-na-parte-da-frente-da-cabeça

Os Principais Remédios Para Enxaqueca

Os analgésicos mais populares para o tratamento da enxaqueca, como o paracetamol, e o ibuprofeno, não precisam de prescrição médica. 

Os anti – inflamatórios apresentam também ação analgésica. Mas atenção não é indicado que esses medicamentos sejam administrados mais de três vezes na semana, porque podem justamente ter o efeito contrário, e desencadear novas crises de enxaqueca.

Pensando nisso trouxemos algumas dicas de remédios caseiros que prometem acalmar e proteger o sistema nervoso, além de aliviar outros sintomas da enxaqueca. Confira!

Chá de Girassol Para Enxaqueca: 

Ingredientes: 40 gramas de sementes de girassol e 1 litro de água.

Modo de preparo: Colocar as sementes de girassol em um tabuleiro e levar ao forno durante alguns minutos, até a semente dourar. A seguir bata no liquidificador até virar pó. A seguir misture as sementes com a água fervente e deixe repousar por cerca de 20 minutos. Coe e tome de três a quatro xícaras por dia.

Chá de Camomila Para Enxaqueca:

Ingredientes: 1 colher de chá de flores e folhas secas de camomila, e ½ litro de água.

Modo de preparo: Colocar a água no fogo dentro de uma panela e quando ferver adicionar a camomila. Abafar durante 15 minutos e então coar.

Consuma 3 vezes por dia.

Chá de Gengibre Para Enxaqueca:

Ingredientes: 1 colher de chá de gengibre ralado ou 4 rodelas da raiz, e 1 xícara de chá de água.

Modo de preparo: Coloque a água em uma panela ao fogo e despeje o gengibre ralado nela. Deixe exposto ao calor até que a água comece a fazer bolinhas, mas antes de levantar fervura. Depois, desligue o fogo.

Consuma 3 vezes ao dia. Atenção, esse remédio para enxaqueca não é indicado para hipertensos, tente as outras receitas.

Tratamentos Alternativos Para a Enxaqueca

Há vários tratamentos de como aliviar a enxaqueca que visam a cura ou, pelo menos, o alívio de sintomas da doença.

Muitas vezes esses tratamentos para enxaqueca envolvem uma mudança de estilo na vida do paciente.

Veja agora algumas formas de como aliviar as dores de cabeça e que não fazem parte das técnicas da medicina tradicional:

• Acupuntura;

• Quiropraxia;

• Prática regular de exercícios físicos;

• Ioga;

• Cortas bebidas alcoólicas e tabaco;

• Redução do consumo de produtos industrializados;

• Dormir horas o suficiente todas as noites.

Adotando esses hábitos as crises têm tendência para diminuir. Pois, além de tratar, essas ações servem como prevenção da enxaqueca.

Outra coisa bem importante quando o assunto é a prevenção da enxaqueca é combater a causa da doença, e você pode fazer isso, sabe como?  

Observando e anotando os detalhes de todas as suas crises, para que perceba quais hábitos podem estar causando a enxaqueca, e mudá-los. 

16 Dicas de Como Aliviar a Enxaqueca

Veja agora uma série de dicas práticas de como aliviar a enxaqueca durante as crises: 

• Tenha sempre o medicamento com você;

• Aja rápido, assim que os sintomas começarem a surgir;

• Parar tudo que está fazendo no momento da crise;

• Vá para um local escuro onde possa repousar;

• Peça para alguém fazer uma massagem relaxante na região do rosto e do couro cabeludo;

• Trate um sintoma de cada vez;

• Banho quente nos pés (a água precisa estar muito quente, o máximo que você puder aguentar, durante 20 ou 30 minutos);

• Limão nos pulsos (colocar meio limão nos pulsos durante 10 minutos);

• Mantenha-se hidratado para os sintomas não piorar;

• Tome um banho morno (de preferência com a luz apagada, com a porta fechada com o intuito de ter um momento relaxante e sossegado);

• Faça uma compressa com gelo (Encoste um embrulho com gelo por cerca de 15 a 20 minutos);

• Tente dormir um pouco;

• Tome um chá de ervas;

• Cheire o perfume do óleo essencial de lavanda;

• Comer banana (a fruta possui níveis elevados de potássio e magnésio, propriedades que ajudam no alívio de sintomas);

• Exercícios de respiração podem reduzir a dor (expire lentamente, mentalize áreas pacíficas e momentos relaxantes).

Artigos Relacionados

Mais populares