InícioEmagrecerDieta Low Carb: cardápio, alimentos permitidos, como funciona

Dieta Low Carb: cardápio, alimentos permitidos, como funciona

As dietas denominadas dieta Low Carb não são nem mais nem menos do que as dietas hipocalóricas. Isso mostra que abaixo é em torno de 1300 – 1500 calorias que, tendo em conta o gasto calórico médio por adulto, é uma dieta de baixa caloria. Este tipo de dieta restringe carboidratos, gorduras e doces para obter uma dieta saudável com menos calorias e, assim, perder peso regularmente.

Antes de realizar qualquer dieta aconselhamos consultar um especialista, embora esta dieta não seja excessivamente rigorosa nem possa ser perigosa para a sua saúde; por ser uma dieta balanceada com orientações dietéticas totalmente saudáveis, desde que nenhum grupo nutricional seja eliminado e consumimos uma quantidade diária mínima para garantir que nutrientes suficientes sejam fornecidos ao nosso organismo.

Se você quer saber por que esse tipo de dieta de emagrecimento funciona, aconselhamos que você continue lendo e aprenda um pouco mais sobre como funciona o nosso corpo e sobre a reação do nosso corpo a diferentes tipos de alimentos. Tome nota, e não perca detalhes!

placa-low-carb-com-alimentos-ao-lado
Dieta Low Carb (imagem Canva)

Como funciona essa dieta?

Basicamente, na redução do consumo de calorias, restringindo ao máximo os alimentos mais consumidos e que mais calorias contribuem para nós. Carboidratos, embora eles também restringem o consumo de gorduras. Eles impulsionam o consumo de frutas e legumes, bem como o teor de proteína.

Geralmente, essas dietas funcionam muito bem para perder peso, mas recomendamos que você não elimine completamente a ingestão de qualquer tipo de alimento; Como isso pode levar o corpo a armazená-los quando voltarmos a ingeri-los, porque eles precisam desenvolver suas funções.

No caso dos carboidratos, devemos saber que eles são indispensáveis ​​na alimentação do ser humano, pois são eles que fornecem energia suficiente ao corpo para exercer sua atividade diária. Portanto, não devemos remover este tipo de nutrientes de nossa dieta, e embora seja muito difícil eliminá-los completamente, devemos ter em mente que uma restrição muito alta desse grupo de alimentos poderia causar um estado chamado cetose; em que o corpo começaria a queimar a gordura acumulada para obter a energia de que precisa. Este estado pode ser perigoso se não for controlado, pode causar tontura, dor de cabeça, fadiga, fadiga, etc.

Existem dietas, como a dieta cetogênica que baseia seu sucesso em um estado controlado de cetose, aqui você pode obter todas as informações sobre isso.

O que devemos saber sobre a dieta Low Carb?

É importante conhecer os benefícios e os danos que uma dieta pode causar.

Em primeiro lugar, faremos menção especial de que os benefícios de uma dieta baixa em carboidratos podem ser uma perda de peso rápida e sustentada ao longo do tempo, se não modificarmos as diretrizes nutricionais. Além disso, há pessoas que notam melhorias no nível gastrointestinal, porque lembre-se que carboidratos e gorduras, especialmente, são mais difíceis de digerir para o nosso corpo.

Mas, por outro lado, uma restrição muito rigorosa poderia nos levar a sofrer os sintomas característicos da desnutrição devido à falta de certos grupos de nutrientes, como fadiga, fadiga, dor de cabeça ou dores de estômago. Para isso, devemos ter em mente que devemos consumir uma quantidade mínima de todos os nutrientes de que nosso corpo precisa e que todos eles são necessários.

Portanto, deve-se notar que nem todos os carboidratos são os mesmos, e que devemos saber como eles funcionam em nosso corpo para determinar quais podemos restringir em nossa dieta. Portanto, nós convidamos você a ler o nosso post sobre os tipos de carboidratos.

Como você pode ver nos diferentes tipos de carboidratos, eles funcionam de maneira diferente em nosso corpo e seu impacto é totalmente diferente. Como costumamos dizer, não é o mesmo para consumir carboidratos de frutas ou cereais de aveia ou arroz integral como um doce industrial, pois poderia ser um donut.

  • Portanto, devemos diferenciar entre carboidratos que são saudáveis ​​para o nosso corpo e também fornecer outros benefícios, como fibra; desses carboidratos, considerados açúcares simples que nos enchem de calorias vazias de nutrientes.
  • No caso das gorduras, nem todas são iguais, daremos preferência àquelas gorduras de origem vegetal que não fornecem gorduras saturadas ou trans. Portanto, e para garantir que nosso corpo receba as gorduras essenciais, podemos consumir nozes, abacates ou azeite de oliva que são gorduras saudáveis ​​para nosso corpo.
  • Você pode aprender sobre gorduras neste post para aprender a diferenciar gorduras boas de gorduras ruins.

Recomendações para realizar a dieta

  • Evitar o consumo de doces, molhos preparados, creme, alimentos fritos e maltratados e todos aqueles alimentos ricos em gordura.
  • Acompanhar uma alimentação saudável com exercícios físicos regulares e melhorar sua saúde e desempenho.
  • Uma prática muito eficaz é servir comida em pratos menores e, assim, “enganar” a visão porque, em grande medida, nós comemos de vista. Não seja escravo da balança, pesando a comida porque você abandonará a dieta em pouco tempo.
  • Comer carne branca sem gordura, de preferência, antes da carne vermelha.
  • Substitua o açúcar por stevia.
  • O óleo, de preferência, vamos usar a azeitona extravirgem para o seu conteúdo em ômega 3, mas devemos medir as quantidades, caso contrário, vamos consumir o excesso de calorias.
  • O consumo de produtos lácteos deve ser regulamentado. Os iogurtes escolherão o 0% desnatado, o leite de preferência desnatado ou semi desnatado. O queijo fresco é ideal para este tipo de dietas, já que o encontramos desnatado 0% com baixo teor de gordura. Há um creme de queijo fresco desnatado 0% que serve como um substituto para o creme para preparar molhos. Nós também podemos usá-lo com stevia como um creme de sobremesa. Não consuma queijos muito curados ou fermentados.
  • As especiarias são de consumo livre, uma vez que não fornecem calorias e dão sabor aos nossos pratos.
  • O óleo usado para cozinhar alimentos não pode ser mais de 2 colheres de sopa por refeição.
  • Você pode consumir infusões com ar adoçadas, não açucaradas.
  • Na indicação de “pedaço de fruta”, recomendamos que escolha entre os seguintes: maçã, pêra, laranja, 2 ameixas, 2 tangerinas, 2 fatias de ananás, 5 morangos, duas fatias de melancia ou melão, 1/2 banana.
carnes-verduras-saladas
Dieta Low Carb (imagem Canva)

Menu semanal da Dieta Low Carb

SEGUNDA-FEIRA

Café da manhã: Um copo de leite ou café ou chá. Um suco de laranja natural e meia torrada de pão com um pedaço de queijo.

Meia manhã: Um pedaço de fruta e iogurte.

Almoço: Peixe azul cozido com couve-flor gratinada.

Tarde: Um suco natural

Jantar: Creme de legumes e uma omelete francesa. Um iogurte

TERÇA-FEIRA

Café da manhã: Um copo de leite ou café ou chá. Um suco de laranja natural e meia torrada de pão com um pedaço de queijo.

Meia manhã: Um pedaço de fruta e iogurte.

Almoço: Salada completa e frango grelhado. Um iogurte

Tarde: Um suco natural

Jantar: Uma tigela de caldo desengordurado e ensopado de legumes grelhado.

QUARTA-FEIRA

Café da manhã: Um copo de leite ou café ou chá. Um suco de laranja natural e meia torrada de pão com um pedaço de queijo.

Meia manhã: Um pedaço de fruta e iogurte.

Almoço: Panqueca com legumes variados e filé de peixe grelhado. Uma fruta

Tarde: Um suco natural

Jantar: Creme de verduras e uma infusão.

QUINTA-FEIRA

Café da manhã: Um copo de leite ou café ou chá. Um suco de laranja natural e meia torrada de pão com um pedaço de queijo.

Meia manhã: Um pedaço de fruta e iogurte.

Almoço: Peru com vegetais ou salada do pepino e alface de cordeiro.

Tarde: Um suco natural

Jantar: Um creme de abóbora e uma infusão.

SEXTA-FEIRA

Café da manhã: Um copo de leite ou café ou chá. Um suco de laranja natural e meia torrada de pão com um pedaço de queijo.

Meia manhã: Um pedaço de fruta e iogurte.

Almoço: Salada completa com filé de peixe grelhado e um pedaço de fruta.

Tarde: Um suco natural

Jantar: Sopa

SÁBADO

Café da manhã: Um copo de leite ou café ou chá. Um suco de laranja natural e meia torrada de pão com um pedaço de queijo.

Meia manhã: Um pedaço de fruta e iogurte.

Almoço: Arroz com legumes e frango (meia prato) e uma laranja.

Tarde: Um suco natural

Jantar: Peixe assado.

DOMINGO

Café da manhã: Um copo de leite ou café ou chá. Um suco de laranja natural e meia torrada de pão com um pedaço de queijo.

Meia manhã: Um pedaço de fruta e iogurte.

Almoço: Meia placa de massa a gosto e salada de pepino e agrião. Uma infusão

Tarde: Um suco natural

Jantar: Omelete de um ovo e uma luz com atum natural e feijão verde cozido.

Existem outras dietas, como a dieta sem farinhas, que basicamente reduzem o consumo de carboidratos, se você estiver interessado nesse tipo de dieta, clique aqui para saber.

Artigos Relacionados

Mais populares