InícioAssuntos do MomentoSintomas da dengue

Sintomas da dengue

Uma doença infecciosa transmitida por picada do Aedes Aegypti. Mosquito que se prolifera pelo mundo em recipientes e depósitos de água parada.

No mundo existem cinco espécies de vírus da dengue registradas, já no Brasil temos quatro.

Esta é uma doença considerada febril aguda, sendo um problema de saúde mundial, principalmente nas áreas tropicais e subtropicais. Várias espécies do mosquito Aedes transmitem o vírus, sendo o mais comum o Aedes Aegypti. Também transmissor da Zika e Chikungunya.

A principal maneira de transmissão da dengue é pela picada do mosquito fêmea, porém existem relatos de transmissão da gestante infectada para o bebe ou por transfusão de sangue.

mosquito-da-dengue-na-pele

Um problema bem antigo

Os registros de casos de dengue pelo mundo aumentam a cada ano, as primeiras aparições registradas são de 1780, porém suas causas e tratamentos foram descobertos apenas lá pelo século XX.

Este é considerado um problema mundial desde a Segunda guerra, porém existem relatos de possíveis sintomas da dengue na Dinastia Chinesa Jin, chamado de veneno da água. 

No Brasil os primeiros relatos são sem São Paulo entre os anos de 1851 e 1853.

Tipos de Dengue

Teoricamente temos três tipos de dengue predominantes, veja!

  • Dengue clássica: é o tipo mais fraco do vírus, sendo facilmente confundido com uma gripe, os sintomas duram de cinco a oito dias.
  • Dengue hemorrágica: Quando a pessoa está infectada com o vírus da dengue e sofre qualquer alteração no sangue, é considerada dengue hemorrágica. Este tipo de dengue deverá ser tratado o mais rápido possível, pois poderá levar à morte do paciente.
  • SCD – Síndrome do Choque da Dengue: O tipo mais perigoso de dengue, o paciente passa por problemas de pressão arterial podendo levar a morte.

Sintomas da dengue

Como vimos anteriormente a dengue é uma doença transmitida por um mosquito, e possui sintomas muito parecidos com outras doenças, como por exemplo, sintomas muitos idênticos aos da gripe comum. Veja agora todos os sintomas causados pelo vírus da dengue.

  • Febre muito alta iniciando subitamente.
  • Dores muito fortes na cabeça.
  • Dores atrás dos olhos piorando com o passar do tempo e com o movimento da cabeça. 
  • Perda de apetite e de paladar.
  • Marcas na pele muito parecidas com o sarampo, sendo encontradas em maior quantidade no tórax e membros superiores.
  • Fadiga muscular, muito cansaço e dores pelo corpo.
  • Dores nos ossos e articulações.

Os sintomas da dengue Hemorrágica são os mesmos, porém logo que a febre acaba outros sintomas surgem.

  • Dores muito fortes e constantes na barriga.
  • Náuseas e vômitos constantes.
  • Pele muito úmida, fria e pálida.
  • Sangramentos, principalmente pelo nariz, gengivas e boca.
  • Manchas avermelhadas na pele.
  • Cansaço, muito sono e confusão mental.
  • Ressecamento na boca e muita sede.
  • Pulso fraco e rápido.
  • Falta de ar.
  • Desmaios. 

Já os sintomas do tipo de dengue mais perigosa, a Síndrome do Choque da Dengue, são os seguintes:

  • Dor abdominal muito forte.
  • Muito suor e mudança de temperatura corporal contínua.
  • Agitação e cansaço variando.
  • Desmaios.
  • Pulso fraco.
  • Palidez.

Como identificar se realmente é dengue

Como muitos sintomas da dengue podem ser confundidos com outras doenças, como por exemplo, a gripe, será necessária a procura de um médico o mais rápido possível.

Para identificar a dengue você fará exames laboratoriais, como exames de sangue para identificar os anticorpos, e o teste rápido que irá medir a presença de uma proteína existente na infecção por dengue.

O exame que irá identificar a presença do vírus em seu sangue leva de três a quatro dias para ficar pronto, portanto a melhor opção é você ficar de repouso em casa até que saiba o resultado de seus exames. 

Transmissão

A dengue é uma doença que não pode ser transmitida de pessoa para pessoa, porém em alguns casos pode ter a contaminação na gestação, passando da mãe contaminada para o bebê, e também por transfusões de sangue.

A transmissão convencional acontece pela picada do mosquito, que depois de uma média de 15 dias de picar alguém contaminado pode transmitir a doença durante toda a vida. Um mosquito pode viver cerca de 45 dias e a doença demora em média seis dias para se manifestar na pessoa. 

Uma transmissão de dengue dificilmente ocorrerá em temperaturas abaixo de 15°C, e tem como auge para contaminações as temperaturas acima de 30°C. Sendo assim, o verão e as regiões mais quentes são as mais propícias à contaminação e proliferação de mosquitos.

Tratamento

Não existe vacina para tratar a dengue, muito menos algum tratamento específico para a doença. O tratamento é feito com remédios diretamente para os seus sintomas. E será necessário que o paciente fique de repouso até que a febre todas as dores desapareçam ou diminuam, sem esquecer-se de consumir muitos líquidos para evitar a desidratação.

Os casos mais graves da doença podem exigir internação hospitalar, pois os sintomas da doença podem causar muitas outras complicações, como problemas no fígado, desidratação, problemas no sangue e no coração e problemas respiratórios.

cápsula-com-sangue-infectado-da-dengue

Prevenção contra o mosquito

Não é novidade que o mosquito que transmite o vírus nasce e se desenvolve na água parada. Sendo assim, a melhor alternativa é evitar que estes focos para reprodução existam. Veja agora a melhor maneira de evitar a reprodução do mosquito.

Água acumulada

O mosquito irá colocar os ovos em água limpa, porém isso não significa que será água potável. Sendo assim, todo e qualquer objeto que tenha capacidade para acumular água deve ser esvaziado e higienizado. Caixas d’água devem ser muito bem fechadas, vasilhas de animais de estimação higienizadas constantemente, em muitos casos terrenos devem ser drenados para evitar poças.

Aquários e piscinas

Todos os tipos de lugares que acumulam água parada devem receber manutenção e higiene constantes, pois até mesmo um aquário poderá proliferar as larvas do mosquito.

Utilize produtos de limpeza

Principalmente nos ralos dos banheiros e cozinha, pois alguns modelos são rasos e acumulam água em seu redor, criando mais uma possibilidade para os mosquitos. 

Com a química dos produtos de limpeza a chance de proliferação é mínima.

Tela em janelas e aberturas

Esta é uma proteção momentânea, pois você não fica o dia inteiro dentro de casa, porém tem a certeza de que está seguro em casa.

Vasos de plantas

Esta é clássica, os vasos de plantas devem ser lavados e preenchidos com areia para evitar o acúmulo de água. 

Calhas

As calhas são grandes reservatórios de água, qualquer sujeira nas calhas pode acumular água. Como é um lugar que você não costuma ver, provavelmente passará despercebido.

Portanto, a limpeza das calhas deve ser periódica para evitar qualquer chance do mosquito colocar os ovos.

Como vimos a dengue é um problema mundial que se manifestou há muitos anos, porém nestas últimas décadas teve um aumento gigantesco. Atualmente ainda ocorrem alguns casos isolados pelo país, mas de forma controlada devido à conscientização do povo e ações do governo. 

Utilizando as prevenções corretas para evitar que o mosquito se reproduza, e entendendo os sintomas da dengue, você estará garantindo e evitando muitos problemas futuros, faça a sua parte e todos nós podemos viver sem o risco de uma futura contaminação. 

Artigos Relacionados

Mais populares